Compartilhar Inscreva-se

Automação industrial, o início da Indústria 4.0

Automação industrial, o início da Indústria 4.0

Os indícios da existência da automação industrial foi em meados do século XVIII, com o aperfeiçoamento dos processos de produção na Inglaterra, foi somente na década de 1950 que o termo se tornou popular. Hoje, a palavra é largamente empregada quando o assunto é a substituição do trabalho do ser humano pelo emprego da eletrônica.

Automação é uma variante de automatização e vem do latim Automatus, cujo significado é “mover-se por si”. Automação significa o ato de automatizar.

Automação pode expressar a um sistema que utiliza processos automáticos na realização de atividades e na verificação de seu próprio funcionamento em trabalhos antes feitos pelo ser humano. 

Outro exemplo de automação é o que acontece quando uma pessoa passa grande parte do tempo executando uma mesma função. Com a repetição, o ser humano usufrui uma ”quantia” menor do cérebro na execução de uma mesma tarefa, podendo fazê-la mais rapidamente, de modo automático, e com menores chances de erro.

O contexto de automação está interligada à ideia das máquinas, que agilizam as tarefas aumentando a produtividade quase sempre sem a interferência humana. Entretanto há um tipo de automação que se enquadra ao trabalho humano que é realizado em muitas indústrias, de forma contínua e repetitiva, quase “robotizada”.

Vantagens da Automação Industrial

Desde seu ponto de partida após o ano 1950, com o desenvolvimento da eletrônica, a automação permitiu o aparecimento da informática e a automação das indústrias, com a utilização de modernas técnicas de produção com destaque para a robotização, isto é, o uso de robôs controlados por computadores que realizam o trabalho de seres humanos, substituindo-os na produção de bens econômicos ou mercadorias. A automação exerce grande importância para a modernização dos processos industriais.

A automatização dos processos agregam valor, gerando melhorias significativas, aplicadas para as pessoas e para as indústrias. Tendo em vista isso, os principais benefícios da automação industrial para as indústrias são:

● Aumento de produtividade;

● Melhoria de qualidade do produto final;

● Redução de custos;

● Competitividade. 

O mercado de  automação é inserido nos segmentos basicamente gerais da indústria como: Automobilística; Química; Alimentícia; Agrícola; Farmacêutica; Petroquímica; Metalúrgica e na produção de máquinas e equipamentos em geral. Atualmente, dificilmente podemos pressupor que alguma indústria possa funcionar sem sistemas automatizados e com execução exclusivamente do trabalho humano para a fabricação de produtos.

Independente do porte da empresa, as organizações necessitam de algum tipo de equipamento ou sistema que apoie seus processos produtivos, tanto por conta das evoluções diárias, quanto por segurança dos funcionários ou envolvidos.

E o que é Indústria 4.0?  

Indústria 4.0, também chamada de quarta revolução industrial, é uma expressão que engloba algumas tecnologias para automação com troca de dados e utiliza conceitos de sistemas ciber-físicos, internet das coisas e computação em nuvem. A quarta revolução industrial é ato contínuo da automação industrial. 

O conceito da Indústria 4.0 envolve e agrupa todas as inovações tecnológicas nos campos de automação e tecnologia da informação para manufatura. Com o objetivo base de criar processos mais rápidos, flexíveis e eficientes.

A  Indústria 4.0 facilita a visão e execução de “Fábricas Inteligentes” com as suas estruturas modulares, os sistemas ciber-físicos monitoram os processos físicos, criam uma cópia virtual do mundo físico e tomam decisões descentralizadas. 

Com a internet das coisas, os sistemas ciber-físicos comunicam e cooperam entre si e com os humanos em tempo real, e através da computação em nuvem, ambos os serviços internos e intra-organizacionais são oferecidos e utilizados pelos participantes da cadeia de valor.

Estas novas tecnologias trazem inúmeras oportunidades para a agregação de valor aos clientes e aumento de produtividade de processos, mas sem o enfoque adequado podem desperdiçar grandes investimentos, com poucos resultados.

Planejamento: o lado racional da ação para acoplar a automação com a Indústria 4.0

Para perceber a realidade de sua indústria, avaliar os caminhos, construir um referencial futuro, o trâmite adequado e reavaliar todo o processo a que o acoplamento se destina é imprescindível um bom planejamento com suporte de empresas e profissionais experientes.

Para ser uma  Industria 4.0 é necessário gerar um alto nível de articulação entre as principais tecnologias que formam o conceito, os chamados pilares, que será abordado em outro texto. 

A Vantec auxilia sua indústria, nos segmentos de serrarias, laminação, biomassa e reciclagem, com automação industrial, integração e adequação para entrada na quarta revolução industrial.

Quer saber mais sobre este conteúdo ou outros conteúdos? Aproveite e cadastre-se e fique bem informado! 

Autor: Estevão Schuh


Compartilhe
Vantec

Vantec

Há 56 anos a Vantec produz máquinas para automação industrial. São empilhadeiras, laminadoras, biomassa, e equipamentos para reciclagem e serraria, tanto para o Brasil, quanto para outros países da América Latina. Qualidade, tecnologia e inovação estão na essência da Vantec, e é isso que nos torna reconhecidos.